Files

Action Filename Size Access Description License
Show more files...

Abstract

Este estudo identifica os efeitos dos novos acordos regionais de livre comércio sobre os produtores de arroz, no Brasil e nas demais regiões relevantes no mercado mundial. Para analisar os efeitos dos acordos comerciais, como, por exemplo, da ALCA, do MERCOSUL-UE e do MERCOSUL-CAN, desenvolve-se um modelo de alocação espacial e temporal utilizando-se um Problema de Complementaridade Mista (PCM). Em termos gerais, os maiores ganhos para os produtores brasileiros de arroz ocorreram com o acordo MERCOSUL-UE, quando a produção brasileira foi estimulada pelo redirecionamento das exportações argentinas e uruguaias para a UE. No entanto, em virtude das dificuldades nas negociações de livre comércio junto à UE, a segunda melhor opção, MERCOSUL-CAN, apresentou-se como alternativa de ganhos intermediários, mas com maior facilidade de implementação.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History