Files

Abstract

Objetivou-se, neste trabalho, avaliar os impactos da Política Nacional de Irrigação (PNI), na bacia do rio São Francisco no Norte do Estado de Minas Gerais, mais especificamente, os impactos do Projeto Jaíba Etapa I. Esse projeto, implantado em 1975, no município de Manga, foi o primeiro e maior perímetro irrigado da região, ocupando uma área irrigável de 24.752 hectares. Do ponto de vista metodológico, foi utilizado um método quase experimental de avaliação de impacto para verificar os fatores que caracterizavam os municípios da bacia no período anterior às ações da PNI, bem como definir um grupo de municípios não beneficiados com a construção do Projeto Jaíba (grupo de controle) para comparação com o município de Manga (beneficiado), cujo território abrangia os atuais municípios de Jaíba e Matias Cardoso. As análises realizadas demonstraram que os impactos do projeto se manifestaram de formas diferentes em relação aos indicadores examinados, sendo os indicadores econômicos os mais atingidos. Assim, conclui-se que o Projeto Jaíba alcançou parcialmente os resultados esperados, pois, se por um lado, ocorreram impactos positivos na produção agrícola, na geração de empregos e no crescimento do PIB per capita, por outro, nota-se que o projeto não teve força suficiente para impulsionar os indicadores desenvolvimento humano e distribuição de renda do município beneficiado.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History