Files

Action Filename Size Access Description License
Show more files...

Abstract

Neste início do século XXI, a cotonicultura mineira vem reconquistando espaço e apostando numa retomada de crescimento, objetivando a auto-suficiência no abastecimento da indústria têxtil do estado. Desta forma, o objetivo geral deste trabalho consiste em analisar a competitividade da cotonicultura na região do Triângulo Mineiro/MG. Para tanto, utilizou-se como metodologia a Matriz de Análise de Políticas (MAP), desenvolvida por MONKE E PERSON (1989). Os resultados da MAP mostram que a cotonicultura mineira não é competitiva a nível internacional. E ainda, revela-se uma desproteção de 57% , isto significa, que os produtores da região, precisam de benefício desta mesma ordem, para conceder a competitividade ao produto. Portanto, através deste estudo, nota-se que a não competitividade do produto se deve principalmente por parte do governo. Para a região em estudo ser competitiva não basta só ter tecnologia de ponta, mas também ações públicas que vêem a beneficiar e dar competitividade ao produto.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History