Files

Action Filename Size Access Description License
Show more files...

Abstract

O Programa do Milho Híbrido criado pelo governo do Estado do Ceará é executado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural desde o ano de 1999 até o presente momento, tem revelado um crescimento médio de 60% ao ano em sementes distribuídas. O objetivo geral deste estudo é analisar o programa de milho híbrido junto aos agricultores familiares considerando-se o nível tecnológico, a rentabilidade no Estado do Ceará. A pesquisa foi realizada nos municípios com maiores produções de milho híbrido na região do Estado do Ceará (Iguatú, Milagres e Capistrano). Os dados utilizados foram obtidos junto aos produtores de milho, através de entrevistas diretas. Foram calculados os índices tecnológicos de cada tecnologia e conjunto de tecnologias utilizado pelos produtores de milho híbrido e variedade. Foram calculados os indicadores de rentabilidade como margem bruta, lucro operacional e índices de lucratividade. Os resultados da pesquisa permitem concluir que para a amostra total as tecnologias de controle de mato, semente, e desbaste apresentaram maior contribuição no índice tecnológico geral da produção de milho híbrido e milho variedade, enquanto a tecnologia de pós-colheita teve menor participação neste índice. Não há diferença no nível tecnológico médio dos produtores nos municípios de Iguatú e Milagres, Capistrano e Milagres, Capistrano e Iguatú. A renda média, por hectare, com milho híbrido em todos os municípios é superior a do milho variedade, o que reflete as maiores produtividades deste tipo de milho. Os indicadores de rentabilidade mostram que as culturas de milho híbrido e milho variedade são rentáveis. Entretanto, o plantio de milho híbrido tem maior índice de lucratividade em relação ao cultivo de milho variedade.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History