Files

Action Filename Size Access Description License
Show more files...

Abstract

Este trabalho pretende compreender os “usos” e as apropriações que os feirantes fazem da proposta de Gestão Participativa Municipal do Cabo de Santo Agostinho/PE, de reestruturação da antiga feira centenária para um espaço planejado, denominado Mercadão, a partir de um modelo de gestão, voltado ao esforço de construção do desenvolvimento local. Como referencial teórico-metodológico esta pesquisa combina as teorias da Escola Latino-Americana de Comunicação na abordagem dos estudos culturais e dos estudos de recepção, com os estudos do desenvolvimento local e as teorias da participação. Para a coleta de dados procedeu-se à realização de entrevistas semi-estruturadas, uso de técnicas etnográficas, depoimentos, diário de campo, análise documental e pequena história de vida. A pesquisa evidenciou, dentre os resultados finais, que o esforço da Prefeitura do Cabo/PE, em promover a organização política dos feirantes inserindo-os em um modelo de gestão compartilhada, com a participação de atores a exemplo do Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequena Empresa – SEBRAE e do microcrédito das organizações não governamentais, tem se configurado em vetores para um processo, ainda em vias de construção, na perspectiva do desenvolvimento local.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History