Files

Abstract

O presente trabalho tem como objetivo analisar o comportamento setorial da mão-de-obra ocupada nos estados da região Nordeste do Brasil, nos anos de 1995 e 2003. Utilizando-se medidas de localização e especialização, como o quociente locacional, o coeficiente de especialização e o coeficiente de reestruturação, procurou-se analisar os principais setores da economia, visando determinar aqueles que seriam os mais dinâmicos e ou aquele(s) estado(s) que apresentaram alguma reestruturação setorial. Por meio dos coeficientes de localização e especialização, nota-se que a estrutura produtiva dos estados nordestinos é bastante homogênea, fato que é confirmado pela análise do quociente locacional, que mostrou uma concentração relativa dos setores 1 e 7 (Agrícola e Outras atividades), juntamente com o coeficiente de especialização, que apresentou uma baixa variação entre os estados, com a exceção da Paraíba, que apresentou uma expressiva variação interperíodos. A Bahia, com exceção do setor 1, possui os setores mais dinâmicos da região (2, 3, 4, 5, 6 e 7), o segundo maior coeficiente de especialização e o maior coeficiente de reestruturação, o que indica alguma modificação na composição setorial deste estado

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History