INSTRUMENTOS SE SUSTENTAÇÃO DE PREÇOS DE ARROZ: A EXPERIÊNCIA BRASILEIRA

Um modelo econômico que explica a alocação das disponibilidades do produto entre os períodos de safra e entressafra foi desenvolvido para avaliar o impacto dos instrumentos de sustentação de preços utilizados pelo Governo Federal sobre o mercado de arroz em casca. O modelo é aplicado para analisar a experiência da safra 2004/2005. Os resultados mostram que através das compras diretas o governo é capaz de reduzir a oferta dentro do ano safra, o que faz com que os preços do mercado se elevem. Os contratos de opção de venda, tanto públicos como privados, têm um importante papel na redução do risco de retenção da produção após a safra, garantindo assim, que os preços sigam trajetória compatível com o armazenamento competitivo. A crise que o mercado de arroz viveu na safra 2004/2005 mostra que as dificuldades do governo em liberar os recursos para assegurar a garantia de preços em tempo hábil e na programação dos leilões permanecem.


Issue Date:
2006
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
DOI and Other Identifiers:
Record Identifier:
https://ageconsearch.umn.edu/record/148143
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/148143
Total Pages:
20




 Record created 2017-04-01, last modified 2019-08-29

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)