Files

Action Filename Size Access Description License
Show more files...

Abstract

Paralelo aos processos de integração econômica e expansão comercial tem-se observado que, vários países, muitos deles parceiros comerciais, vem se tornando crescentemente semelhantes em seus níveis de tecnologia e na disponibilidade de recursos, o que vem proporcionando o aumento nas trocas em duas vias dentro de uma mesma indústria, que configura no chamado comércio intra-indústria. Diante desse contexto, o presente trabalho buscar avaliar em que medida o Mercosul tem apresentado efeitos sobre o comércio regional. Para tanto foram utilizados, o Índice de Intensidade de Comércio (IIC), o Índice de Orientação Regional (IOR) e o Índice Grubel-Lloyd (GL) de comércio intraindústria. O índice de intensidade de comércio indicou que as trocas comerciais entre Brasil e os países do Bloco aumentaram com a formação do Mercosul. O índice de orientação regional, apresentou valores crescentes e sempre superiores a 1, indicando tendência favorável a expansão comercial dentro do bloco. Com relação ao índice GL, verificou-se aumento no valor dos índices de comércio intra-indústria em várias seções e também no número de seções com índices GL acima de 0,50 Tais resultados indicaram diferenças produtivas condizentes com o maior relacionamento intra-setorial multilateral, entre os países membros do Mercosul. Indicaram, também, o maior potencial competitivo da indústria brasileira nas seções que envolvem atividades industriais mais complexas.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History