RELAÇÕES DE GÊNERO NO COTIDIANO DE HOMENS E MULHERES DO ASSENTAMENTO SANTANA NO CEARÁ

As relações de gênero transparecem nos diferentes aspectos do cotidiano de homens e mulheres e variam de região para região. Este estudo teve como objetivo analisar as relações de gênero no cotidiano de homens e mulheres do assentamento Santana no Ceará. Especificamente buscou-se verificar o acesso de homens e mulheres aos programas econômicos e sociais do governo; descrever as condições de trabalho de homens e mulheres quanto aos instrumentos utilizados na roça, forma de abastecimento d’água e tipo de energia elétrica; identificar a origem da renda mensal de homens e mulheres; analisar o nível de satisfação de homens e mulheres quanto aos aspectos saúde, educação, lazer, transporte, condições de moradia, condições de saneamento básico e acesso a bens duráveis e comparar a participação de homens e mulheres em associações e/ou cooperativas. Os dados foram obtidos através de questionários aplicados no assentamento. Adotou-se estatística descritiva e inferencial.Quanto às principais diferenças entre os grupos encontram-se a divisão do trabalho, o nível de escolaridade e o acesso às políticas públicas. À mulher, além do trabalho doméstico, cabe a complementação da renda familiar. Quanto às condições de trabalho na roça, homens e mulheres enfrentam condições semelhantes com igual acesso aos instrumentos disponíveis no assentamento. Os homens apresentam um menor nível de escolaridade. Os financiamentos e concessão de crédito privilegiam os homens com maior valor de recursos, caso do PRONAF. As diferenças entre homens e mulheres no cotidiano do assentamento Santana, não colocam a mulher no papel de vítima, o que se observa na maioria dos estudos sobre gênero. As assentadas apresentam um nível de satisfação maior que o dos homens quanto aos indicadores de qualidade de vida e são mais otimistas que estes quanto ao seu futuro e de sua família. Este fato reforça que homens e mulheres têm atitudes diferentes diante das situações cotidianas.--------------The relationship of gender are in different aspects of daily life of men and women and vary from region to region. This study aimed to examine the relationship of gender in the daily life of men and women of the settlement Santana in Ceará. Specifically sought to verify the access of men and women to economic and social programmes of the government, describing the working conditions of men and women on the instruments used in work, form of water supply and type of power; identify the origin of the monthly income of men and women; examine the level of satisfaction of men and women in the matters health, education, leisure, transport, terms of residence, conditions of sanitation and access to durable goods and compare the participation of men and women in associations and / or cooperatives. Data were obtained from questionnaires used in the settlement. Adopted is descriptive statistics and inferencial. The main differences between the groups, so the division of labour, the level of education and access to public policies. In the women, in addition to domestic work, it is a complement of family income. The men have a lower level of education. The funding and provision of credit favour men with higher value of resources if the PRONAF. The differences between men and women in daily life of the settlement Santana, not put the woman in the role of victim, which is observed in most studies on gender. The settled show a greater level of satisfaction that the men on the indicators of quality of life and they are more optimistic about their future and their family. This fact reinforces that men and women have different attitudes in the face of everyday situations.


Issue Date:
2008
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
Record Identifier:
https://ageconsearch.umn.edu/record/133324
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/133324
Total Pages:
19




 Record created 2017-04-01, last modified 2018-01-22

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)