Files

Abstract

O atendimento técnico ainda limitado a agricultores familiares em Pernambuco reflete na perda de competitividade em arranjos produtivos considerados estratégicos em municípios da Zona da Mata de Pernambuco. A fragilidade social identificada pelo estudo da bacia do rio Goitá e rio Tapacurá, onde se cultiva mandioca, é decorrente da baixa capacidade produtiva em áreas de cultivo e da disponibilidade de casas de farinha em situação precária de funcionamento. A orientação e o planejamento da agricultura familiar realizado por meio participativo pode ser considerada mola propulsora numa de visão de futuro estabelecida nessa instância, bem como, favorecer a diversificação com melhoria significativa no desenvolvimento sustentável da teia produtiva da mandioca nessa zona.------------------------------------------------The technical assistance still limited to family farmers in Pernambuco reflects the loss of competitiveness in productive arrangements considered strategic municipalities in the Forest Zone of Pernambuco. The social fragility identified by the study of Goitá and Tapacurá’s river basin, where cassava is grown, is due to low production capacity in areas of cultivation and availability of houses of flour in precarious operation. The orientation and the planning of the familiar agriculture carried through participatory decisions can be considered a vision of the future set in that instance, and supports the diversification with significant improvement in the sustainable development of the web production of cassava in the area.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History