Files

Action Filename Size Access Description License
Show more files...

Abstract

A agroindústria da castanha de caju responde pelo maior percentual de exportação do agronegócio do Estado do Ceará. Com relação às exportações de ACC, em 2003 foram geradas divisas da ordem de US$ 144 milhões, o que confere ao agronegócio caju um lugar de destaque no "ranking" das exportações do Nordeste e o primeiro do Estado do Ceará. A amêndoa da castanha de caju, principal produto exportado é produzido, em sua grande maioria, pela agricultura familiar, que não se apropria de sequer uma parcela mínima, desses dividendos. Opera nessa cadeia agroalimentar, um sistema de comercialização mediado por atravessadores que personalizam a grandes agroindústrias. Com o intuito de agregar valor à matéria prima produzida pela agricultura familiar, a Embrapa Agroindústria Tropical, desenvolveu a tecnologia minifábricas de beneficiamento da castanha de caju que permite às comunidades da agricultura familiar concorrer à pauta das exportações do Estado. A Fundação Banco do Brasil-FBB reconheceu o processo de minifábricas como uma tecnologia social, por sua capacidade de gerar emprego e renda para agricultura familiar que agrupa no entorno dessa cadeia produtiva no Nordeste brasileiro. Assim, em parceria com a Embrapa, Sebrae, Incubadora de Cooperativas Populares da Universidade Federal do Ceará, Conab, Incra, Emater Ceará, Governo dos Estados e Agências do Banco do Brasil, a FBB apoiou o projeto de revitalização de minifábricas, contemplado a implantação no Ceará, Rio Grande do Norte e Piauí. O presente trabalho tem por objetivo apresentar um estudo preliminar do impacto social dessa intervenção, elegendo para estudo de caso, o Assentamento São José II, denominado Che Guevara que está localizado no município de Ocara, a oitenta quilômetros de Fortaleza.----------------------------------------------------The agribusiness of the cashew nut answered by a higher percentage of the export agribusiness of the state of Ceará. With regard to exports of ACC in 2003 were generated currency of the order of US $ 144 million, which gives the agribusiness cashews a place of prominence in the "ranking" of the exports of the Northeast and the first of the state of Ceará. The kernel of the nut, cashew, the main product exported is produced, in its vast majority, the family farming, which is not suitable for even a minimal plot, these dividends. Opera this food chain, a system of marketing that personalize atravessadores mediated by the major agricultural industries. In order to add value to raw materials produced by family farms, the Embrapa Tropical Agroindustry, developed the technology Mini-mills beneficiary eligibility of the cashew nut, which allows communities of family farming to compete tariff on exports of the state. The Foundation Banco do Brasil-FBB acknowledged the process of minifábricas as a social technology, for its ability to generate employment and income for family farming that brings together around this productive chain in northeastern Brazil. Thus, in partnership with Embrapa, Sebrae, Incubator for Popular Cooperatives Federal University of Ceará, Conab, Incra, Emater Ceará, States Government agencies and the Bank of Brazil, the FBB supported the project of revitalisation of Mini-mills, contemplated deployment in Ceara, Rio Grande do Norte, Piaui. This paper aims to present a preliminary study of the social impact of this intervention, electing to case study, the settlements Che Guevara which is located in the municipality of Ocara, eighty kilometers from Fortaleza.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History