Files

Abstract

O objetivo deste estudo é analisar a viabilidade de utilização de um contrato futuro referenciado em suínos, no Brasil. O interesse decorre da importância da cadeia de suínos neste país, que, apesar de relevante, apresenta grande instabilidade, principalmente quando se avaliam os riscos de preços do produto. No entanto, a introdução de um novo contrato não é uma questão simples, visto que muitos contratos são lançados no mercado, mas tempos depois fracassam. Assim, o estudo do mercado e das características da commodity deve ser realizado antes da inovação contratual, para que os pontos positivos e possíveis pontos problemáticos sejam identificados. O modelo utilizado foi desenvolvido por Pennings e Leuthold (1999), que avaliaram as características micro e macro da tomada de decisão de uma inovação contratual. Avaliaram-se, principalmente, as características macro, sendo estudadas as variáveis: i) perecibilidade e possibilidade de a commodity ser estocada; ii) homogeneidade e capacidade de mensuração; iii) volatilidade de preço; iv) tamanho do mercado físico; v) grau de competição do mercado; vi) contratos à termo; e vii) competição com outros contratos. Os resultados permitem concluir, por um lado, que as variáveis ii), iv), v) e vi) podem ser os principais entraves a implantação de um contrato futuro referenciado em suínos vivos, no Brasil. Por outro, o mercado apresentou preços bastante voláteis e pequena possibilidade de utilizar contratos futuros alternativos, como o milho ou o boi gordo, pontos tidos como favoráveis ao processo de implantação de um contrato baseado na própria commodity.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History