Files

Abstract

A tecnologia empregada na agricultura orgânica e no processamento póscolheita vem desenvolvendo um padrão produtivo bastante distinto à agricultura “moderna”. O desejo do consumidor de adquirir um alimento que não venha causar risco a sua saúde foi alterando o mercado, e o produto orgânico passa a ser preferido e mais valorizado por um segmento da população. Sem o uso de agroquímicos, a agricultura orgânica recupera conceitos tradicionais e se renova a partir da utilização de inovações tecnológicas intensivas em conhecimento. A proposta deste trabalho é estudar os aspectos da inovação no processamento pós-colheita de uma fazenda de produção orgânica, especificamente na embalagem e no processamento mínimo, impulsionada pela exigência de certificação, em um estudo de caso na região do Centro-Oeste brasileiro. O artigo aborda as características históricas da inovação na agricultura, as dificuldades de investimento em tecnologias na agricultura orgânica e a questão da certificação. Este estudo de caso foi realizado a partir de uma série de entrevistas. Os resultados fazem perceber que as modificações nas rotinas internas da empresa e a adoção de uma série de normas técnicas viabilizaram o processo de inovação, possibilitando a adequação da fazenda para obter a certificação exigida para atender ao mercado......The technology used in organic farming and post-harvest processing is contributing to the development of production standards that are quite different from those of modern agriculture. The desire of consumers to acquire food that does not endanger their health is changing the market; and organic products are coming to be preferred and valued by a growing segment of the population. In not using chemical products, organic farming returns to and renews traditional farming concepts by means of knowledgeintensive technological innovations. The objective of the case study reported here was to investigate innovations in the post-harvest processing of organic produce on a farm in the Central-Western region of Brazil. The innovation process was driven by certification requirements, specifically those dealing with minimal processing and packaging. The article addresses the historic characteristics of innovation in agriculture, the difficulties of investment in technologies in organic farming and the competitiveness of the present market. The study was conducted through a series of interviews. Results demonstrate that the modifications in internal routines and the adoption of technical standards induced by the certification process were responsible for the innovations, permitting the production of high-standard organic produce for the market.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History