Files

Abstract

O presente texto discute as possibilidades da organização de redes de unidades produtivas como instrumento de apoio ao desenvolvimento territorial rural (DTR), tomando como objeto de análise empírica o projeto Redes de Referências para a Agricultura Familiar, conduzido no Estado do Paraná, Brasil, sob responsabilidade do Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR) e Empresa Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER/PR). Partindo do referencial teórico analisado e de informações coletadas junto a especialistas envolvidos com o tema, o trabalho discute a pertinência da organização de redes em ações de DTR, bem como os ajustes necessários no atual projeto para a sua adoção nessa perspectiva. Considerando aspectos relativos à formação de capital social, à valorização de atributos para a construção de territórios e ao incentivo do desenvolvimento endógeno, a pesquisa aponta a adoção da estratégia de redes de unidades produtivas como instrumento adequado às ações de DTR. Constata também que as perspectivas da inovação tecnológica e gerencial; de aumento da competitividade territorial; de aprimoramento institucional associado à transformação dos sistemas produtivos; e a possibilidade de validação e transferência de inovações surgidas no meio rural, todos elementos presentes no projeto Redes de Referências para a Agricultura Familiar, qualificam-no como potencialmente útil às ações desenvolvidas sob o enfoque do DTR. O texto aborda ainda as perspectivas futuras para o projeto Redes de Referências, considerando sobretudo os aspectos necessários para a sua adequação ao enfoque do desenvolvimento sob a ótica territorial. Tais aspectos são discutidos considerando o escopo atual do projeto, as mudanças de ordem metodológica e/ou operacional pertinentes e, ainda, os ajustes necessários no plano institucional para a sua implementação, oferecendo assim, elementos que devem permitir uma melhor adequação da proposta às ações de DTR.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History