Files

Action Filename Size Access Description License
Show more files...

Abstract

O aumento da necessidade de competir conduz as cooperativas a posturas mais estratégicas, como integração produtiva e distributiva, além de fusões com cooperativas nacionais e estrangeiras e desenvolvimento de marcas fortes, como o surgimento de estruturas mais adequadas para sobreviver nesse novo contexto marcado pela abertura econômica na década de 1990. Assim, o objetivo central desta pesquisa é verificar como as cooperativas de leite, e mais especificamente a Cooperativa de Lorena e Piquete, se reestruturaram frente a essas mudanças nas características do mercado. E para isso, realizou-se um estudo de caso em uma cooperativa localizada em uma importante bacia leiteira – Vale do Paraíba - do estado de São Paulo, com o intuito de verificar a postura estratégica adota por esta frente às mudanças de mercado. O conjunto conceitual que sustenta a análise são as quatro posturas estratégicas que podem ser adotadas pelas empresas, propostas por Oliveira (1999). Observou-se que a organização cooperativa estudada passou por um processo de reestruturação focando a adoção de uma postura estratégica de sobrevivência. E isto foi possível mediante uma união de Cooperativas. Sendo assim, a saída encontrada após um período de prejuízos, visando uma melhor remuneração do produtor, foi o fechamento da usina de beneficiamento e a permanência no sistema Central, para se fortalecer através da redução de custos e do desinvestimento.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History