Files

Abstract

Este trabalho apresenta os resultados do estudo de custo de produção e de rentabilidade de diversos sistemas de produção de mandioca e de processamento de farinha na Região Agreste de Alagoas. Os dados para a avaliação foram levantados por meio de visitas às unidades de produção típicas e por meio de painéis. A análise econômica dos sistemas de produção foi realizada com base nos tradicionais métodos de avaliação econômica de projetos e/ou alternativas tecnológicas. Além desses tradicionais indicadores usou-se, alternativamente, o cálculo da razão entre a diferença da receita bruta menos o custo de todos os insumos (exceto mão-de-obra) e o total de mão-de-obra, aqui denominado valor agregado pela mão-de-obra (R$/h/D). Considerou-se, a partir da renda da família, também o número de salários mínimos que são gerados por hectare. Tanto os sistemas de produção da matéria-prima de mandioca como as unidades de processamento estudadas apresentaram-se rentáveis. No tocante às unidades de processamento, embora os resultados apontem na direção da melhor eficiência daquelas unidades de maior capacidade instalada, as unidades de pequeno porte são de vital importância, considerando-se o seu papel como unidade, geralmente familiar, que supri a demanda de farinha local e ocupa mão-de-obra, geralmente, de baixo custo de oportunidade. Independentemente da capacidade instalada recomenda-se, no curto prazo, a redução dos custos de produção e a melhoria da qualidade. A médio e longo prazos deve-se perseguir a diferenciação e a diversificação de produtos.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History