Files

Abstract

A cultura da mandioca, sobretudo na última década, assumiu posição de destaque no agronegócio. Nota-se o esforço dos agentes envolvidos na cadeia agroindustrial para que a mesma se torne mais competitiva assegurando e buscando ampliar os resultados sociais e econômicos possíveis nesta atividade. Tais preocupações surgem de maneira particular na Região Alta Paulista, principalmente, a partir da instalação de duas fecularias nos municípios de Arco-Íris e Tupã. Portanto, o presente trabalho buscou caracterizar a inserção dos distintos agentes envolvidos neste processo, nesta região. Para tanto, além de explorar dados secundários, foram aplicados questionários semi-estruturados junto aos agentes institucionais da região. Notou-se a preocupação dos produtores quanto à necessidade do emprego de sistemas eficientes de controle, como por exemplo, aqueles relativos aos custos de produção. Outro fator relevante foi a gestão dos recursos naturais, sobre o qual os entrevistados declararam sentir falta de programas de capacitação e conscientização sobre os riscos ambientais inerentes à atividade. A dificuldade de acesso ao crédito, pelo excesso de burocracia, foi outro fator apontado como inibidor da competitividade. Além disso, o encarecimento da produção, sobretudo do valor dos arrendamentos de terra; a instabilidade das relações de mercado, devido ao descumprimento dos contratos, ora pelas empresas ora pelos produtores, caracterizaram-se como entraves para inserção no mercado. As empresas ainda enfrentam desafios quanto ao tratamento de efluentes, todo caso, apresentam bom nível de gestão, tradição no setor, boa localização das plantas industriais, além de declararem baixo nível de endividamento, o que sugere capacidade de investimento.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History