Files

Abstract

Com vistas em caracterizar a utilização da internet por produtores de café, focando a interação entre os usuários e os sites sobre a cadeia produtiva e o grau de percepção da utilidade destes como fonte de informação de apoio à decisão, foram constituídos cinco grupos de foco em algumas das principais regiões produtoras. Os resultados indicaram que maior número de produtores tinha acesso esporádico e dedicado à solução de problemas mais prementes e uma minoria apresentava padrão de acesso diário e o hábito de acompanhar o mercado de café. A disponibilidade do acesso à internet por meio de banda larga, os hábitos de navegação dos familiares dos produtores e a baixa atratividade dos sites interferiam na freqüência de uso destes. Os usuários que, além de produtores, são agrônomos foram reticentes quanto à busca de informações técnicas sobre a cultura. Observou-se baixo nível de utilização de ferramentas ou de serviços oferecidos nos sites. A não aceitação da idéia de pagamento pelo uso dos sites ficou fortemente evidenciada e sua preponderância bloqueia a interação entre produtores e sites. Os sites deveriam focar a disponibilização de informações que englobem aspectos da cadeia e abra espaço para a interação entre os elos. Não foi evidenciada a existência de processos sistemáticos de análise das informações. Ou seja, os dados e as informações não recebem o tratamento devido para que gerem o conhecimento e se desenvolva inteligência gerencial. Percebe-se, portanto que, ainda que tenha acesso à informação e a valorize, o usuário nem sempre tem consciência de sua aplicabilidade ou consegue tornar possível sua aplicação.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History