SPREAD: UMA AVALIAÇÃO DOS CONTRATOS FUTUROS DO ALGODÃO NA BM&F E NA NYBOT

Este trabalho tem por objetivo avaliar a lucratividade de uma posição padrão de spread, utilizando-se dados dos últimos vencimentos do Contrato Futuro de Algodão em Pluma, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) e do Contrato Futuro do Algodão No. 2, negociado na New York Board of Trade (NYBOT), no período de abril a dezembro de 2005 para a Bolsa brasileira e julho de 2004 a dezembro de 2005 para a dos EUA. Os resultados demonstram que não há grande diferença entre os ganhos (ou perdas, como predominou nas operações de ambas as Bolsas) com spread efetuado na BM&F e na NYBOT, a Bolsa de maior liquidez. Todavia, esses resultados (em sua maioria) de perdas devem ser considerados com cautela, pois a significância estatística proveniente de algumas operações (em maior magnitude na NYBOT), é consistente com a Lei do Preço Único, verificando-se que o diferencial na obtenção de ganhos possui a capacidade de proporcionar lucro de arbitragem, mas em pequeno grau, pois as duas Bolsas não possuem diferença significativa na lucratividade das posições adotadas nos contratos. Na BM&F a maioria dos meses é consistente com rendimento de posições supondo risco zero.


Issue Date:
2006
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
DOI and Other Identifiers:
Record Identifier:
https://ageconsearch.umn.edu/record/145245
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/145245
Total Pages:
18




 Record created 2017-04-01, last modified 2019-08-29

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)