Files

Abstract

Este estudo analisa o panorama e o potencial exportador do setor brasileiro de carne suína frente à suposição de acordos de liberalização comercial entre o país e outras nações. Para tanto calcula-se o potencial importador dos blocos/países, o Índice de Vantagem Revelada das Exportações do Brasil e de seus principais concorrentes, o Índice de Orientação Regional, além de pesquisa bibliográfica das principais barreiras existentes. Os resultados, quanto ao potencial importador, indicam que a União Européia (UE) e a Comunidade dos Estados Independentes (CEI) constituem-se em mercados potenciais e promissores para a carne suína, respectivamente. Os resultados do cálculo das vantagens comparativas revelaram que o Brasil tem competitividade crescente no setor estudado para o período 1990-2005. As barreiras impostas revelaram-se muito elevadas. Enfim, constata-se alto grau de aceitação das exportações brasileiras de carne suína naqueles blocos que não têm barreiras sanitárias impeditivas.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History