Files

Abstract

Na década de noventa foi lançado pelo Governo do Paraná o Projeto “Redes de Referência para a Agricultura Familiar”, no sentido de obter avanços metodológicos e tecnológicos no campo. Esse Projeto foi desenvolvido a partir do envolvimento de três atores: pesquisadores do IAPAR (Instituto Agronômico do Paraná), extensionistas rurais da EMATER (Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural) e produtores rurais da agricultura familiar. Objetivou-se, no presente trabalho, desvendar as representações sociais que cada grupo social tem do Projeto e, consequentemente, da sua ação desenvolvida em rede. Para tal empreendimento, serviuse da Teoria das Representações Sociais. Trata-se de uma pesquisa caracterizada como qualitativa e descritiva. A análise revelou a existência de representações diversas que, por conseguinte, mostra que os atores entrevistados têm maneiras diferentes de entender o Projeto. Foi possível concluir que a organização em rede no Projeto estudado, considerando a participação dos três atores, existe de maneira pontual e está relacionada a aspectos pessoais e subjetivos dos atores, que extrapolam a estrutura organizacional configurada em rede.

Details

Downloads Statistics

from
to
Download Full History