Um problema econométrico no uso de variáveis climáticas em funções de produção ajustadas a dados experimentais

Neste trabalho deduz-se qual é o número máximo de variáveis climáticas que podem ser introduzidos em uma função de produção ajustada aos dados obtidos de um experimento de adubação repetido durante n anos no mesmo local. Se não houver nenhuma modificação na maneira de conduzir o experimento durante os n anos, esse número máximo de variáveis climáticas é n-1. Se houver alterações, de um ano para outro, na variedade utilizada, sendo m (com m < n) o número de diferentes variedades utilizadas durante os n anos, mas de maneira que em cada ano seja cultivada apenas uma das variedades, então o número máximo de variedades climáticas que podem ser introduzidos na função de produção é n - m.


Subject(s):
Issue Date:
1981-06-30-1981-06-30-1981-06-30
Publication Type:
Journal Article
ISSN:
0103-2003
Language:
Portuguese
Published in:
Brazilian Journal of Rural Economy and Sociology (Revista de Economia e Sociologia Rural-RESR), Volume 19, Number 2
Page range:
327-334




 Record created 2018-02-01, last modified 2018-02-01

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)