Uma análise da distribuição do crédito rural no Brasil

Na década de 70, o crédito rural subsidiado ocupou posição de destaque na política agrícola como meio de difundir técnicas modernas e compensar o setor pelos encargos que sobre ele incidem. Diversos autores, entretanto, demonstram que tais subsídios podem criar distorções, como concentração do crédito, utilização de recursos próprios noutros setores e emprego inapropriado de fatores, de modo que os objetivos dos subsídios não sejam plenamente alcançados. Este trabalho quantifica alguns dos resultados constatados ao longo do decênio, em termos da concentração do crédito por tamanho de estabelecimento, por região e por produto. Verificam-se elevados graus de concentração do crédito em grandes estabelecimentos e em culturas que utilizam técnicas intensivas em capital, e menor concentração entre regiões. Há, ainda, relação inversa entre valor de produção por hectare possuído e crédito recebido em propriedades de diferentes estratos de tamanho.


Subject(s):
Issue Date:
Jun 30 1981
Publication Type:
Journal Article
Record Identifier:
http://ageconsearch.umn.edu/record/267578
ISSN:
0103-2003
Language:
Portuguese
Published in:
Brazilian Journal of Rural Economy and Sociology (Revista de Economia e Sociologia Rural-RESR), 19, 2
Page range:
217-238




 Record created 2018-02-01, last modified 2018-11-28

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)