Satisfação no trabalho: um estudo de caso na EMATER (empresa de assistência técnica e extensão rural) de Minas Gerais

A satisfação no trabalho tem sido considerada como condição essencial de produtividade e eficiência nos setores industrial e de serviços. Muito pouco se conhece sobre satisfação no trabalho entre os funcionários de organizações do setor agrícola. O presente estudo analisa a satisfação no trabalho em três estratos: Escritório Central, Escritórios Secionais e Escritórios Locais da ACAR - Associação de Crédito e Assistência Rural, uma organização pública de prestação de serviços de assistência técnica e extensão rural do Estado de Minas Gerais. O modelo teórico utilizado nas análises estatísticas foi um modelo de relações humanas, o qual considera a satisfação no trabalho com base em três grupos de fatores sociológicos: fatores relativos ao próprio trabalho, fatores do contexto de trabalho e fatores do ambiente externo. Para tanto, foram usadas as análises de correlação parcial e regressão múltipla, que identificaram a "Percepção da segurança, reconhecimento e integração decorrentes do trabalho" como o fator mais especificamente relacionado b satisfação no trabalho em todos os estratos da organização.


Subject(s):
Issue Date:
Dec 31 1980
Publication Type:
Journal Article
ISSN:
0103-2003
Language:
Portuguese
Published in:
Brazilian Journal of Rural Economy and Sociology (Revista de Economia e Sociologia Rural-RESR), Volume 18, Number 4
Page range:
649-672




 Record created 2017-11-10, last modified 2017-11-10

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)