A POLÍTICA DE CONTINGENCIAMENTO DE FERTILIZANTES NO BRASIL: UMA ANÁLISE ESPACIAL

O contingenciamento da importação de fertilizantes tem sido a política adotada por mais longo tempo no Brasil. A principal razão para adoção do contingenciamento, tem sido a necessidade de reservar uma parte de mercado para a indústria nacional de fertilizantes. O fato de que o uso de fertilizantes no Brasil varia de região para região, induz a que as importações autorizadas a base de contingenciamento também variem entre regiões. Isto possibilita que importações autorizadas numa região sejam usadas noutras, alterando a relação de preços por mais esta via. Os resultados da presente análise, evidenciam como proteção da indústria nacional onera os custos do setor agrícola, impondo-lhe uma série de ineficiências no uso dos recursos. Algumas das conclusões aqui alcançadas mostram que preços subsidiados aos agricultores têm o efeito de compensar imperfeições criadas por mecanismos como o contingenciamento de importações.


Subject(s):
Issue Date:
2017-03-14T13:40:25Z
Publication Type:
Journal Article
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/253938
Published in:
Volume 17, Number 2
Brazilian Journal of Rural Economy and Sociology (RESR)
Page range:
5-38
Total Pages:
34
Series Statement:
Volume 17
Number 02




 Record created 2017-04-01, last modified 2017-05-01

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)