000149589 001__ 149589
000149589 005__ 20180122225225.0
000149589 037__ $$a1347-2016-106503
000149589 041__ $$apt
000149589 245__ $$aA EMIGRAÇÃO NO SEMI-ÁRIDO: UM ESTUDO A PARTIR DA AFETIVIDADE DE JOVENS DO SERTÃO CEARENSE
000149589 260__ $$c2006
000149589 269__ $$a2006
000149589 270__ $$mkarlamartins1@yahoo.com.br$$pFERREIRA, KARLA PATRÍCIA MARTINS
000149589 300__ $$a21
000149589 336__ $$aConference Paper/ Presentation
000149589 520__ $$aO Ceará, estado situado na área do polígono das secas, tem sua história marcada pela difícil condição climática à
qual grande parte da sua população rural está submetida e pelas estratégias de sobrevivência desenvolvidas por esta
para resistir aos impactos causados pelas variações climáticas, principalmente no sertão semi-árido. Apresenta-se
nesta pesquisa uma proposta de investigação sobre emigração, destacando a importância do estudo da afetividade
para a compreensão das relações sociais, tendo como objetivo investigar os afetos que marcam a relação de jovens do
sertão semi-árido nordestino com seu entorno e com sua decisão entre emigrar ou não, através do estudo da
afetividade, que pode nos mostrar, segundo Sawaia (1999), uma nova forma de compreensão da desigualdade e da
dialética inclusão/exclusão social. A pesquisa foi realizada em três escolas públicas localizadas na sede do município
de Tauá-CE. A amostra dos sujeitos se constituiu de jovens que estivessem cursando o último ano do ensino médio,
fossem maiores de 18 anos, devendo também ser composta de moradores tanto da sede como das comunidades rurais
do município e de ambos os sexos. Para a apreensão dos afetos, foi utilizada o método dos mapas afetivos
(Bomfim,2003). A análise dos dados foi feita de forma qualitativa através da análise de conteúdo e contou com uma
análise estatística complementar. Observou-se que a decisão de emigrar sofre a influência de fatores bastante
subjetivos, sendo a relação afetiva com a cidade importante nessa decisão, pois as pessoas que apresentam uma
estima mais negativa em relação à sua comunidade estão mais propensas à emigração. Entre os grupos, notou-se que
as mulheres e os jovens maiores de 21 anos têm maior tendência à migração. A importância do estudo se deve ao
fato de que, através da compreensão de como a juventude é afetada emocionalmente pelas contingências sociais,
pode-se inferir sobre as ações éticas desses jovens, ações estas que ocasionam a manutenção da realidade existente
ou a transformação da mesma.
000149589 542__ $$fLicense granted by Adrienne Keiser (keise023@umn.edu) on 2013-05-24T16:52:05Z (GMT):

<center>  <h2> Deposit Agreement </h2> </center>
I represent that I am the creator of the digital material identified herein (&ldquo;Work&rdquo;).
I represent that the work is original and that I either own all rights of copyright 
or have the right to deposit the copy in a digital archive such as AgEcon Search. 
I represent that in regard to any non-original material included in the Work I have
secured written permission of the copyright owner (s) for this use or believe this 
use is allowed by law. I further represent that I have included all appropriate 
credits and attributions. I hereby grant the Regents of the University of Minnesota
(&ldquo;University&rdquo;), through AgEcon Search, a non-exclusive right to access, reproduce, 
and distribute the Work, in whole or in part, for the purposes of security, preservation,
and perpetual access. I grant the University a limited, non-exclusive right to make
derivative works for the purpose of migrating the Work to other media or formats in
order to preserve access to the Work. I do not transfer or intend to transfer any 
right of copyright or other intellectual property to the University. If the Deposit 
Agreement is executed by the Author�s Representative, the Representative shall separately
execute the following representation: I represent that I am authorized by the Author
to execute this Deposit Agreement on behalf of the Author.

000149589 650__ $$aLabor and Human Capital
000149589 650__ $$aPublic Economics
000149589 6531_ $$aemigração
000149589 6531_ $$asemi-árido
000149589 6531_ $$ajuventude
000149589 6531_ $$aafetividade.
000149589 700__ $$aFerreira, Karla Patrícia Martins
000149589 700__ $$aSantos, Adna Oirideia Rabelo dos
000149589 700__ $$aBomfim, Zulmira Áurea Cruz
000149589 8564_ $$s271250$$uhttp://ageconsearch.umn.edu/record/149589/files/1195.pdf
000149589 887__ $$ahttp://purl.umn.edu/149589
000149589 909CO $$ooai:ageconsearch.umn.edu:149589$$pGLOBAL_SET
000149589 912__ $$nSubmitted by Adrienne Keiser (keise023@umn.edu) on 2013-05-24T16:58:56Z
No. of bitstreams: 1
1195.pdf: 271250 bytes, checksum: b66ebdcabe3f2e1f14e3911098193b8a (MD5)
000149589 912__ $$nMade available in DSpace on 2013-05-24T16:58:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1
1195.pdf: 271250 bytes, checksum: b66ebdcabe3f2e1f14e3911098193b8a (MD5)
  Previous issue date: 2006
000149589 982__ $$gSociedade Brasileira de Economia, Administracao e Sociologia Rural (SOBER)>44th Congress, July 23-27, 2006, Fortaleza, Ceará, Brazil
000149589 980__ $$a1347