COMPETITIVIDADE DO AGRONEGÓCIO CEARENSE NO MERCADO INTERNACIONAL : O CASO DA AMÊNDOA DA CASTANHA DE CAJU E MELÃO

Objetivou-se analisar a competitividade das exportações de produtos selecionados (amêndoa da castanha de caju (ACC), melão) do agronegócio cearense, no período de 1998 a 2003. Para tanto, utilizaram-se indicadores de desempenho das exportações: Indicador de Vantagem Comparativa Revelada (VCR), Taxa de Cobertura (TC) e o modelo Constant Market Share (CMS). Verificou-se queda das exportações da ACC cearense a qual foi decorrente principalmente de perdas de competitividade, em menor proporção, do efeito destino das exportações. O melão apresentou substancial incremento na pauta de exportação inclusive com a inserção de novos mercados. O crescimento das exportações é explicado, basicamente, pelo efeito competitividade que foi influenciado por condições internas favoráveis como os incentivos governamentais para o desenvolvimento da agricultura irrigada em especial fruticultura irrigada.


Issue Date:
2006
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/149455
Total Pages:
12




 Record created 2017-04-01, last modified 2017-08-27

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)