CAPITAL SOCIAL E ACESSO AO CRÉDITO NA AGRICULTURA FAMILIAR

O capital social insere as relações sociais na agenda do desenvolvimento, estabelece ligações entre as relações sociais e os resultados econômicos, auxilia os excluídos das áreas rurais, ampliando a sua participação no processo de desenvolvimento, através da sua participação na tomada de decisões. O capital social se constitui em um bem público, enquanto o capital convencional se constitui em um bem privado. O capital social é produzido como um subproduto das relações sociais, sendo a confiança um componente essencial. As organizações governamentais e não governamentais, o setor privado, os grupos comunitários, as cooperativas, os grupos religiosos e outros, são atores importantes na formação de capital social. A prosperidade econômica geralmente ocorre quando os grupos primários se conectam a outros grupos por meio de laços transversais. Quando os grupos primários estão desconectados, os grupos mais poderosos passam a agir sobre as estruturas sociais, de forma a excluí-los. Para os propósitos deste artigo o capital social é definido como as normas e relações sociais enraizadas na estrutura social que torna possível que atores coordenem suas ações no sentido de atingir os fins que se propuseram Assim o objetivo deste trabalho foi tentar estabelecer as correlações entre a existência de capital social entre os agricultores familiares e sua capacidade de acesso e uso às linhas de crédito do Programa Nacional de Agricultura Familiar (PRONAF). Através da utilização de dados e informações secundárias sobre o acesso ao crédito nas diferentes regiões geográficas do Brasil, foram estabelecidas hipóteses de suas relações com os tipos e elementos de capital social. O trabalho se inicia pelo Referencial Teórico, onde se fará uma breve retrospectiva das diferentes abordagens teóricas do capital social, revisando em maiores detalhes a abordagem teórica de Lin (1999) e Fox (1996). Em seguida são apresentados e discutidos os Resultados da Análise dos Dados de Acesso e Uso das Linhas de Crédito do Programa Nacional de Agricultura Familiar (PRONAF), a Metodologia e as Considerações Finais.


Subject(s):
Issue Date:
2006
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/148480
Total Pages:
19




 Record created 2017-04-01, last modified 2017-11-15

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)