MATO GROSSO: A EFICIÊNCIA TÉCNICA DA ATIVIDADE SUINÍCOLA E OS EFEITOS DOS GASTOS COM MEIO AMBIENTE E DA PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA GRANJA DE QUALIDADE

A criação de suínos em escala industrial resulta em intensa produção de dejetos nas propriedades rurais. Essas conseqüências se manifestam no solo, no ar, na fauna, na flora e no ambiente socioeconômico. Nesse contexto, essas externalidades negativas interagem com externalidades positivas. Duas dessas últimas externalidades, são: gastos com preservação do meio ambiente e, em particular em Mato Grosso, a participação no Programa Granja de Qualidade, um instrumento estadual de renúncia fiscal. Neste trabalho, depois de se estimar índices de eficiência técnica com dados de dez suinoculturas situadas em Mato Grosso a partir de função de produção cujas variáveis independentes são consumo de água, de eletricidade e da quantidade de trabalhadores diretamente vinculados no processo produtivo, verifica-se que os gastos com a preservação do meio ambiente exercem efeitos positivos sobre os índices de eficiência técnica, enquanto a participação no Programa Grande de Qualidade, diferentemente da variável anterior, revela-se estatisticamente não significativa.


Issue Date:
2006
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/148145
Total Pages:
12




 Record created 2017-04-01, last modified 2017-08-27

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)