A SUBVENÇÃO DE ORGÂNICOS NO BRASIL E NA UNIÃO EUROPÉIA SOB A ÓTICA DA VISÃO BASEADA EM RECURSOS

Este artigo tem por objetivo a discussão sobre o foco da comercialização dos produtos cítricos orgânicos no Brasil, realizando-se um comparativo entre Brasil e União Européia (UE), sob a ótica da Visão Baseada em Recursos (RBV). Tem-se como fundamentação teórica uma explanação a cerca do mercado europeu de orgânicos cítricos, seguido da situação brasileira dos mesmos, tendo por fim, a teoria da RBV. O estudo possui uma natureza qualitativa, sendo caracterizado por pesquisas exploratórias através da leitura de journals, artigos e também com a realização de, visitas de campo a propriedades rurais e uma cooperativa de produtos orgânicos e. Com base nos dados coletados e na literatura, reuniu-se elementos para a análise e discussão dos resultados, afim de responder à questão-chave da pesquisa, isto é, a comercialização brasileira de cítricos orgânicos deve ser voltada para o mercado interno ou para a União Européia. Face a essa problemática, e considerando os pressupostos da RBV, entende-se haver desvantagem competitiva para o agricultor brasileiro em relação aos produtores de cítricos orgânicos da União Européia, quando o primeiro exporta para o mercado europeu. Assim, entende-se que as estratégias estabelecidas pelos produtores brasileiros de orgânicos, deveriam ter como foco principal o mercado interno para a comercialização de seus produtos. ---------------------------------------------------------This article has as a goal to discuss about the focus on commercialization of organic citric products in Brazil, making a comparative between Brazil and European Community (EC), under the view of the View Based on Resources (RBV). One has as fundamental theory an explanation about the European market of organic citric products, followed by the Brazilian situation of the same ones, having as an aim, the theory of the RBV. This study is of qualitative nature, being characterized by explanatory researches through the reading of journals and articles, as well as field visits to the rural real states and to a cooperative of organic products. Based on the data collected and on the literature, one reunited elements for the analysis and discussion of the results, in order to answer the key question of the research, that is, the Brazilian commercialization of organic citric products must be focused on the domestic market or on the European Market. Owing this problem and considering the requirements of the RBV, one understands to have competitive disadvantage for the Brazilian agriculturist compared to the European Community organic products, when the first exports to the European market. Therefore, one understands that the strategies set up by the Brazilians producers of organic should have as main goal for the commercialization of their products the domestic market.


Issue Date:
2008
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/117275
Total Pages:
12




 Record created 2017-04-01, last modified 2017-08-26

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)