COMPARAÇÃO DAS AÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DA CADEIA PRODUTIVA DA CASTANHA-DO-BRASIL EM DOIS ESTADOS DA AMAZÔNIA BRASILEIRA

Os estados do Acre e do Amapá apresentam algumas semelhanças referentes às políticas de desenvolvimento local a partir da valorização das cadeias produtivas de produtos florestais não-madeireiros, sendo que a da castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa) concentrou inicialmente grande parte das ações nos dois estados. Com base nesses contextos similares, o objetivo do artigo é realizar uma análise das estratégias de desenvolvimento local relacionadas à cadeia produtiva da castanha-do-Brasil no Acre e no Amapá, a fim de identificar os aspectos favoráveis e desfavoráveis ao desenvolvimento desta cadeia nos dois estados. Apresentamos inicialmente as principais diferenças e similaridades da cadeia nos dois estados, seguido de uma proposta de quadro teórico que possibilitou o entendimento dos principais obstáculos e aspectos favoráveis ao desenvolvimento da cadeia nos dois casos estudados. Os elementos teóricos utilizados na análise dessas estratégias relacionam-se aos aspectos organizacionais internos e externos às cooperativas extrativistas, que foram criadas tendo como um dos objetivos principais a promoção do desenvolvimento sustentável das comunidades extrativistas locais. Abordaremos os conceitos de autogestão e empoderamento para analisar os aspectos internos das cooperativas, e as estruturas de cadeia produtiva, cadeia de suprimento (supply chain) e arranjo produtivo local para analisar os aspectos externos às cooperativas. A metodologia utilizada para a avaliação nos dois estados consistiu em um estudo exploratório sobre a cadeia produtiva da castanha-do-Brasil em cada estado, que permitiu uma revisão de literatura mais pertinente sobre os conceitos organizacionais ligados ao contexto dos projetos de desenvolvimento analisados e um estudo de casos múltiplos em seis cooperativas, sendo três localizadas no Acre e três no Amapá. Os resultados das avaliações, que fazem parte de uma pesquisa mais abrangente, sinalizam que o estado do Acre apresenta uma maior orientação e integração dos atores locais para o desenvolvimento da cadeia produtiva - e até mesmo de um arranjo produtivo local - da castanha-do-Brasil. Entretanto, mesmo neste estado, alguns obstáculos ainda devem ser superados, principalmente aqueles relacionados aos aspectos organizacionais internos às cooperativas extrativistas locais. -----------------------------------------------The Brazilian states of Acre and Amapá have some similarities with regard to the policies of local development to promote the non timber forest production chain. Initially it was the Brazil nuts (Bertholletia excelsa) production chain that concentrated the major part of the initiatives in these two states. Based in these similar contexts, the objective of this paper is to analyze the strategies of local development related to the production chain of the Brazil nuts in Acre and in Amapá, in order to identify its favorable and unfavorable aspects to the development of this chain in the two states. First we present the main differences and similarities of the chain in the two states, following by a proposal of theoretical instrumental that made it possible to understand the main obstacles and favorable aspects to the development of the chain in the two states. The theoretical elements used in the analysis of those strategies are related to internal and external organizational aspects of the nut collectors cooperatives, that were created with as one of their main objectives the promotion of the sustainable development of the nuts collectors communities. We will use the self-management and empowerment concepts to analyze the internal aspects of the cooperatives, and for the external aspects of the cooperatives we will use the concepts of production chain, supply chain and local industrial clusters. The method used for the survey in the two states consisted in an exploratory study of the brazil nut´s production chain in each state, and (that allowed) a revision of relevant literature on organizational concepts related to the context of the development projects and a multiple case study of three cooperatives located in Acre and three in Amapá. The results of these evaluations, which are part of a wider research project, show that in Acre the local actors have a larger orientation and integration on the development of the production chain - and even on a local industrial cluster. However, even in this state, some obstacles should still are to be overcome, mainly those related to internal organizational aspects of the local cooperatives.


Variant title:
Comparison of the development actions in the Brazil-nut production chain in two Brazilian states
Issue Date:
2008-07
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/113977
Total Pages:
20




 Record created 2017-04-01, last modified 2017-08-26

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)