CUSTOS DE PRODUÇÃO: O IMPACTO DA PRODUTIVIDADE NOS RESULTADOS DA CAFEICULTURA NAS PRINCIPAIS REGIÕES PRODUTORAS DO BRASIL

Dentre os produtos agrícolas exportados pelo Brasil, o café mantém seu destaque. Esta cultura é representativa para o saldo positivo da balança comercial brasileira e também na geração de empregos, principalmente os diretos, os quais contribuem significativamente com a fixação do trabalhador no meio rural. O objetivo desse estudo foi o de estimar os custos de produção de café nos estados de Minas Gerais, Paraná, Espírito Santo e São Paulo e mensurar o impacto da produtividade no resultado financeiro de propriedades cafeeiras. O custo de produção é uma informação financeira fundamental para a avaliação do desempenho do negócio café. Os custos são medidas monetárias ligadas diretamente ao processo produtivo, ou seja, a aplicação de recursos na produção de café resulta em custos, os quais devem ser cobertos pela atividade. Participam desse estudo, dados levantados nas seguintes cidades: Três Pontas, Santa Rita do Sapucaí, Patrocínio e Manhumirím no estado de Minas Gerais, Iuna e Jaguaré no Espírito Santo, Altinópolis em São Paulo e Ribeirão do Pinhal no estado do Paraná. A pesquisa para levantamento dos dados é uma iniciativa da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA). Os resultados indicam que a média do custo operacional do café arábica foi de R$265,00 por saca de café produzida, sendo reduzido para R$210,00 quando as produtividades potenciais são alcançadas. As produtividades indicadas pelos produtores e técnicos pesquisados foram em média de 21 sacas por hectare, com potencial de 30 sacas por hectare, quando alcançado o potencial da adubação aplicado nas propriedades. Como o preço do café foi em média R$247,00 no ano de 2007, o diferencial de produtividade apresenta-se decisivo para a viabilidade da cafeicultura. ---------------------------------------------Among the agricultural products exported by Brazil, coffee maintains its prominence. This product plays an important role helping to keep the Brazilian trade balance positive and generating jobs, especially the direct ones, which contribute significantly to the setting of workers in rural areas. The aim of this study was to estimate the costs of coffee production in the states of Minas Gerais, Paraná, Espírito Santo and São Paulo and measure the impact of productivity in the financial result of coffee producer farms. The production cost is a financial information essential for assessing the performance of coffee business. Costs are monetary measures linked directly to the production process, that is, the application of resources in the coffee production results in costs that must be covered by the activity. The data were collected in the following towns: Três Pontas, Santa Rita do Sapucaí, Patrocínio and Manhumirím in the state of Minas Gerais; Iuna and Jaguaré in the state of Espírito Santo, Altinópolis in the state of São Paulo and Ribeirão do Pinhal in the state of Paraná. The research of sourcing data is an initiative of the National Confederation of Agriculture and Livestock (CNA). The results indicate that the average of the operational cost of Arabic coffee was R$ 265.00 per bag of coffee produced, being reduced to R$ 210.00 when the potential yields are reached. The productivity indicated by producers and technicians surveyed was of 21 bags per hectare on average, with the potential of 30 bags per hectare when the fertilizer application potential was reached in the farms. As the price of coffee was R$ 247.00 on average in the year 2007, the differential of productivity is now crucial to the viability of coffee.


Issue Date:
2008-07
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
Record Identifier:
http://ageconsearch.umn.edu/record/113374
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/113374
Total Pages:
12




 Record created 2017-04-01, last modified 2018-01-22

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)