EVOLUÇÃO DO CRÉDITO RURAL NO BRASIL E O PAPEL DAS COOPERATIVAS AGROPECUÁRIAS NO FINANCIAMENTO DOS PRODUTORES RURAIS

Este artigo tem como objetivo analisar a evolução do crédito rural no Brasil e o papel das cooperativas agropecuárias no sistema formal como no informal de crédito. Após analisar as informações obtidas na revisão da literatura percebe-se que: a) o montante de recursos ofertados pelo Sistema Nacional de Crédito Rural aos produtores e suas cooperativas não atende a demanda existente e a sua escassez constitui-se num entrave ao desenvolvimento sustentável do agronegócio brasileiro; b) há uma resistência dos agentes financeiros em conceder crédito às cooperativas, devido às imperfeições existentes no mercado agropecuário e ao paternalismo com que são dirigidas; c) é inegável a importância das cooperativas agropecuárias como um elo de ligação entre os produtores rurais e as instituições financeiras, permitindo através de sua capilaridade, uma maior eficácia na análise individual do risco dos empréstimos concedidos aos seus associados, tendo como conseqüência, a provável redução das taxas de juros cobradas nestas operações, uma vez que diminuiria o risco de default no sistema como um todo. -----------------------------------------------This article has as objective analyzes the evolution of the rural credit in Brazil and the paper of the agricultural cooperatives in the formal system as in the informal of credit. After analyzing the information obtained in the revision of the literature is noticed that: a) the amount of resources presented by the National System of Rural Credit to the producers and their cooperatives doesn't assist the existent demand and shortage is constituted in an impediment to the maintainable development of the Brazilian agronegócio; b) there is a resistance of the financial agents in granting credit to the cooperatives, due to the existent imperfections in the agricultural market and to the paternalism with that they are driven; c) it is undeniable the importance of the agricultural cooperatives as a connection link between the rural producers and the financial institutions, allowing through capillarity, a larger effectiveness in the individual analysis of the risk of the loans granted to their associates, tends as consequence, the probable reduction of the interest rates collected in these operations, once it would reduce the default risk in the system as a completely.


Issue Date:
2008-07
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/112618
Total Pages:
18




 Record created 2017-04-01, last modified 2017-08-26

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)