PECUÁRIA E DESMATAMENTO: MUDANÇAS NO USO DO SOLO EM RONDÔNIA

O estado de Rondônia, que se localiza na Amazônia brasileira, testemunha o debate entre a preservação ambiental e a expansão da fronteira agrícola brasileira. Este trabalho visa contribuir com este debate identificando a relação entre desmatamento e variáveis indicativas do uso de solo, tais como a área plantada com as principais culturas, o rebanho bovino e as taxas de variação destas entre 2001 e 2006 em cada município do estado. A dinâmica do uso do solo no estado é ilustrada com mapas e através da apresentação de matriz de correlação entre as diferentes variáveis acima citadas e o desmatamento. É alta a correlação entre área total desmatada e efetivo do rebanho bovino, mas não se observa correlação entre desmatamento acumulado e evolução do efetivo em cinco anos. A pecuária é a principal força motora do desmatamento. O plantio de culturas anuais e perenes constitui a primeira atividade produtiva após o desmatamento, seguido do estabelecimento de pastagens. Estudos adicionais são necessários para melhor compreender os fatores que influenciam a dinâmica do uso da terra bem como viabilizar sistemas de produção agropecuários que conciliem aumento de renda com menor impacto ambiental. Isto é especialmente importante em Rondônia, região de rápida expansão da fronteira agrícola brasileira, localizada no bioma amazônico.--------------------------------------------The State of Rondônia, which is located in Brazilian Amazon, faces the debate between environmental conservation and expansion of the agricultural frontier. This paper aims to help this debate by identifying relationship between deforestation and variables related to land use change in this state. Land use change in Rondonia is illustrated by maps and through a correlation matrix between deforestation and variables which indicate land use such as planted area with the most important crops, cattle herd and the variation of these between 2001 and 2006. There is a strong correlation between deforested area and cattle herd, but there is no correlation between accumulated deforestation and herd evolution in five years. Cattle ranching is the main driving force of deforestation in Rondonia. There is a need for additional studies to improve understanding of factor affecting land use dynamics as well as to contribute for the development of agricultural production systems which reconcile higher income with lower environmental impact. This is especially true for the State of Rondonia, a region of fast expansion of the agricultural frontier in the Amazon Biome.


Variant title:
Cattle ranching and deforestation: land use changes in the State of Rondonia, Brazil.
Issue Date:
2008-07
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/110030
Total Pages:
11




 Record created 2017-04-01, last modified 2017-08-26

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)