MODELAGEM DE BANCO DE DADOS DE GEOPROCESSAMENTO APLICADO NA AGRICULTURA

Este artigo propõe, a partir de uma discussão conceitual, o modelo de banco de dados predominante para o ambiente de agronegócios, relacionando-o com o tipo de dados geográficos, que são importantes para a agropecuária. É feito uma análise dos modelos de bancos de dados, especificamente aqueles utilizados nos Sistemas de Informação de Geoprocessamento (SIG), um sistema amplamente utilizado na área de agronegócios. Para aplicações deste tipo é fundamental a definição de modelagem de dados. A abordagem parte dos aspectos teóricos e conceituais de Geoprocessamento, banco de dados, sistema gerenciador dos dados e da modelagem de dados em geoprocessamento, para abstrair a forma de armazenagem ao usuário. Em seguida, trata a funcionalidade de um banco de dados geográfico, os seus limites e cita exemplos de aplicações na agricultura. Sob o ponto vista conceitual, espera-se que o estudo contribua para o entendimento dos modelos de banco de dados e seu uso para geoprocessamento, na medida em que serão utilizadas teorias para descrever os modelos existentes, verifica como trata as características dos dados de agronegócio e georeferenciados, propondo o modelo mais adequado. Este banco de dados permitirá que uma grande gama de informações seja mais facilmente encontrada e armazenada, gerando relatórios e o trabalho posterior com os dados coletados. -------------------------------------------------This paper considers, from a conceptual quarrel, the model of predominant database for the agribusiness environment, relating it with the type of geographic data, that are important for the agropecuary. An analysis of the database models is made, specifically those used in the Geographical Information System (GIS), widely used in the agribusiness. For applications of this type is essencial to specify the definition of the data modeling. The paper contains the theoretical and conceptual aspects of Geoprocessing, database, data management system and the data modeling, to abstract the form of storage to the user. After that, it deals with the functionality of a geographic database, its limits and cites examples of applications in agriculture. From a conceptual point of view, it expects that the study contributes for the agreement of the models of database and its use for geoprocessing, in the measure where theories will be used to describe the existing models and to define the most adequate model. This database will allow to access information and become more easily searching and storing, to generate reports and the posterior work with the collected data.


Subject(s):
Issue Date:
2008-07
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/109673
Total Pages:
19




 Record created 2017-04-01, last modified 2017-08-26

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)