EFICIÊNCIAS DE ESCALA, SINERGIA E CONCENTRAÇÃO NO SETOR FRIGORÍFICO DE CARNE BOVINA: UMA APLICAÇÃO UTILIZANDO-SE A METODOLOGIA DEA

O presente artigo tem como objetivo estimar, através da metodologia DEA (Análise Envoltória de Dados), as eficiências geradas pelas empresas do setor frigorífico de carne bovina, e verificar se a realização de fusão, a fim de obter economias de escala, pode sempre implicar em eficiência. A hipótese básica desse trabalho é a de que quanto maiores forem as eficiências na operação maior é a probabilidade dessa concentração implicar em queda dos preços dos produtos relacionados e, portanto, aumentar o bem-estar da sociedade. A metodologia foi aplicada a dois tipos de fusões: fusão entre as duas empresas com menores economias de escala e a fusão entre uma empresa totalmente eficiente e outra empresa ineficiente. O resultado obtido, sob RVE, para o primeiro tipo fusão foi que a fusão pode não ser suficiente para o aumento da eficiência, uma vez que a nova empresa opera acima da escala ótima. Já o resultado para o segundo tipo de fusão aponta que pode ser viável a fusão entre uma firma eficiente e uma não eficiente, confirmando Farrell e Shapiro (1990) de que o bem-estar econômico pode ser aumentado se firmas eficientes adquirirem capital de rivais menores e menos eficientes.-------------------------------------------------- The present article has as objective to estimate, through the methodology DEA (Data Envelopment Analysis), the efficiencies generated for the slaughterhouses of bovine meat, and to verify if the merger, in order to get scale economies, can always imply in efficiency. The basic hypothesis of this work is that how much bigger will be the efficiencies in the operation, biggest it is the probability of this concentration of implying in fall of the prices of related products and, therefore, to increase welfare of the society. The methodology was applied for two types of merger: merging enters the two companies with lesser economies of scale and the merging enters an total efficient company and another inefficient company. The achieved result, under RVE, for the first type merging was that the merging can not be enough for the increase of the efficiency, a time that the new company operates above of the optimum scale. Already the result for the second type merging can be viable the merging between an efficient firm and a not efficient one, confirming Farrell and Shapiro (1990) of that economic welfare can be increased if efficient firms will acquire capital of lesser and less efficient rivals.


Issue Date:
2008-07
Publication Type:
Conference Paper/ Presentation
Record Identifier:
http://ageconsearch.umn.edu/record/109204
PURL Identifier:
http://purl.umn.edu/109204
Total Pages:
21




 Record created 2017-04-01, last modified 2018-01-22

Fulltext:
Download fulltext
PDF

Rate this document:

Rate this document:
1
2
3
 
(Not yet reviewed)